publicidade
 
Tamanho da fonte: A- A+
Imprimir notícia
 
04.10.2018 - 10h31 Por Jovem Pan
 
Condenado por estupro, homem deixa a prisão e mata filha após denúncia de mesmo crime em São Roque
 
 
Condenado por estupro, homem deixa a prisão e mata filha após denúncia de mesmo crime em São Roque
Os policiais foram até a casa da família e encontraram a jovem Letícia Tanzi Lucas, de 13 anos, inconsciente e ferida na sala - Reprodução facebook
 

Pai é acusado de matar a própria filha a facadas em São Roque, no interior do Estado de São Paulo. Horário Nazareno Lucas, de 28 anos, é suspeito de matar a filha após deixar a prisão, onde cumpriu pena por estuprar a cunhada, em 2010. A filha, segundo a Polícia, tinha o acusado de estupro dias após a prisão do pai.

Segundo a Polícia, uma viatura foi acionada para atender um caso de violência doméstica, mas quando chegava ao local, foi surpreendida por um menino de seis anos pedindo socorro, pois o pai havia matado a irmã.

Assim, os policiais foram até a casa da família e encontraram a jovem Letícia Tanzi Lucas, de 13 anos, inconsciente e ferida na sala. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada à Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o boletim de ocorrência, ao ir para casa, Horácio começou a discutir com a mulher sobre o motivo dela e a filha terem aberto denúncia de estupro contra ele. Nervoso, ele agrediu a mulher, que conseguiu escapar e fugir para a casa de uma vizinha e pedir socorro.

Horácio trancou o filho mais novo no quarto e golpeou a filha, que estava na sala, com facadas. Após o crime, ele fugiu por um matagal.

O menino de apenas seis anos conseguiu sair do quarto e foi para a rua, quando encontrou com a Polícia.

Estupro da cunhada

Horácio foi preso em junho após ter sido condenado a oito anos de prisão pelo estupro da cunhada, em 2010. A defesa do criminoso entrou com pedido para que ele respondesse em liberdade, já que ele sempre colaborou com a Justiça e comparecia às audiências sobre o caso.

Dias após a prisão de Horácio, em junho, a família descobriu que ele também havia estuprado a própria filha e registrou um boletim de ocorrência contra ele.

Uma tia da menina Letícia Tanzi, de 13 anos, contou que ela lhe confidenciara que o pai a ameaçou de morte, caso denunciasse ter sido estuprada por ele.

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/F8uT65dN3DI" frameborder="0" allow="autoplay; encrypted-media" allowfullscreen></iframe>

Publicidade

 
Mais notícias
 
11.12.2018 - Prefeito de Guanambi autoriza 2ª etapa de modernização do trânsito e mobilidade urbana; obras já iniciaram
 
11.12.2018 - Servidores decidem acampar na AL-BA para impedir votação na “calada da noite”
 
11.12.2018 - Câmara aumenta pena de maus-tratos contra animais e zoofilia
 
11.12.2018 - Invasão de servidores adia votação de reforma de Rui para quarta-feira
 
11.12.2018 - Deputados da oposição classificam como “presente de grego” projeto contra servidores
 
 
01.12.2018
Finais do Campeonato de Veteranos e do Campeonato Principal
24.11.2018
Lançamento da Educadora FM 100,7 em Caetité
20.10.2018
Festa das Décadas - Parte 1
20.10.2018
Festa das Décadas - Parte 2
12.10.2018
I Mexa aê Caetité
11.10.2018
Passeio em Comemoração ao Dia das Crianças
29.09.2018
Baile da Fantasia - CETEBC 2018
28.09.2018
Oitava Caminhada pela Inclusão é realizada em Caetité
 
publicidade
publicidade
publicidade
 
 
Inicial | A cidade | Equipe | Notícias | Eventos | Ensaios | TV Caetfest | Contato | Webmail
CaetFest © 2004-2018. Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções Internet