publicidade
 
Tamanho da fonte: A- A+
Imprimir notícia
 
07.11.2019 - 11h10 Por Bahia Econômica
 
Bolsonaro transfere Secretaria de Cultura para para Ministério de Turismo
 
 
Bolsonaro transfere Secretaria de Cultura para para Ministério de Turismo
Bolsonaro transfere Secretaria de Cultura para para Ministério de Turismo - Foto: Alan Santos/Presidência
 

O presidente Jair Bolsonaro transferiu a Secretaria Especial de Cultura do Ministério da Cidadania para o Ministério do Turismo, comandada Marcelo Álvaro Antônio. A mudança é feita por decreto publicado nesta quinta-feira (17) no “Diário Oficial da União”. A Secretaria de Cultura foi criada para substituir o Ministério da Cultura (MinC), que foi extinto no início da gestão do presidente.

Com a mudança, passam a ser de responsabilidade do Ministério do Turismo a política nacional de cultura; a regulação dos direitos autorais; a proteção do patrimônio histórico, artístico e cultural; o apoio ao Ministério da Agricultura para a preservação da identidade cultural de comunidades quilombolas; e o desenvolvimento de políticas de acessibilidade cultural e do setor de museus.

O decreto também transfere para o Ministério do Turismo a Comissão Nacional de Incentivo à Cultura, responsável por emitir pareceres sobre os pedidos de artistas que buscam financiamento por meio da Lei de Incentivo à Cultura, conhecida como Lei Rouanet. Também são transferidos para o Turismo o Conselho Nacional de Política Cultural, a Comissão do Fundo Nacional de Cultura, outras seis secretarias não especificadas.

A transferência ocorre um dia depois de o governo exonerar o então secretário de Cultura, Ricardo Braga, que ficou dois meses no cargo. Braga havia substituído Henrique Pires, que deixou o posto em agosto, depois que o Ministério da Cidadania suspendeu um edital com séries sobre temas LGBT – o que ele chamou de censura. “Eu tenho o maior respeito pelo presidente da República, tenho o maior respeito pelo ministro, mas eu não vou chancelar a censura”, afirmou Henrique Pires quando decidiu deixar o cargo.

Segundo o Jornal o Globo, um dos nomes cotados para assumir o posto é o do deputado federal Marcos Soares (DEM-RJ), filho do pastor Romildo Soares. A possibilidade foi confirmada pelo porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, em entrevista na tarde de quarta-feira. Perguntado se um filho de RR Soares – como é conhecido o pastor – é um dos nomes cotados, o porta-voz disse que “[é] um dos nomes que estão sob escrutínio por parte do senhor presidente da República e muito em breve ele fará a informação oficial”.

Publicidade

 
Mais notícias
 
10.12.2019 - MPF denuncia magistrados do TJBA por organização criminosa
 
10.12.2019 - No Senado, CCJ aprova pacote anticrime e prisão em segunda instância
 
10.12.2019 - Caixa começou a pagar hoje décimo terceiro do Bolsa Família
 
10.12.2019 - Prefeito Aldo Gondim assina convênio para um grande investimento em saneamento básico para Caetité
 
10.12.2019 - Após pedido de Ivana, 21 famílias são beneficiadas com energia elétrica
 
 
28.11.2019
Caetité celebra os 120 anos de Anísio Teixeira
24.11.2019
X Encontro de Comunidades Quilombolas de Caetité
22.11.2019
Festival de Música Tocando em Frente em Caetité
11.10.2019
Assinatura Ordem de Serviço Unacon
07.09.2019
7 de Setembro em Brejinho das Ametistas
01.09.2019
7 Setembro Pajeú do Vento
25.08.2019
Melhores Momentos Festa de Sant'Ana 2019 - Parte 1
25.08.2019
Melhores Momentos Festa de Sant'Ana 2019 - Parte 2
 
publicidade
publicidade
publicidade
 
 
Inicial | A cidade | Equipe | Notícias | Eventos | Ensaios | TV Caetfest | Contato | Webmail
CaetFest © 2004-2019. Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções Internet