publicidade
 
Tamanho da fonte: A- A+
Imprimir notícia
 
18.07.2019 - 08h50 Por Rodrigo Daniel Silva / Lucas Arraz - BN
 
Conquista: Aeroporto teve emenda de ACM Jr. barrada por Dilma; gestão do PT deu R$ 31 mi
 
 
Conquista: Aeroporto teve emenda de ACM Jr. barrada por Dilma; gestão do PT deu R$ 31 mi
Foto: Montagem / Reprodução / Veja
 

Perto de nascer, o Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, passa por uma disputa de paternidade

De um lado, o governo federal e seus apoiadores reivindicam os louros pela obra usando como argumento R$ 74 milhões investidos pela União do total de R$ 105,8 milhões empregados. Do outro lado, a gestão do governador Rui Costa sustenta que foi o responsável por 100% da execução do aeroporto. Nesta quarta-feira (17) o governo do estado disponibilizou um vídeo em que cutuca a União. “Quando o filho é bonito, qualquer pai quer assumir”, diz o vídeo institucional. Um relatório de acompanhamento, entretanto, aponta que a história do Glauber Rocha envolve mais personagens e outros capítulos.

Dados disponibilizados pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) mostram que a União teria sido responsável pela verba de construção da pista de pouso do terminal (R$ 45,9 milhões) e pelo convênio responsável pelo Terminal de Passageiros (R$ 28,6 milhões). Juntos, os investimentos somam a verba de R$ 74 milhões.

Já o governo do estado, de acordo com um relatório da Diretoria de Terminais e Aeroportos (DTE), empenhou R$ 31 milhões em contrapartidas de convênios (aproximadamente R$ 5,3 milhões), desapropriações (R$ 2,8 milhões), planos e projetos (R$ 4,9 milhões), obras e serviços complementares (R$ 5,3 milhões), reajuste de contratos (R$ 11 milhões) e contratos de serviço de apoio (R$ 1,5 milhão).

A gestão de Rui Costa também alega que equipou os arredores do aeroporto com estradas e obras complementares. O governo federal rebate o argumento e afirma que o investimento feito fora do convênio entre as esferas para a construção de estradas, por exemplo, não pode ser mensurado. Com Rui e Bolsonaro como oposição, nenhuma das duas esferas dá o braço a torcer e continuam na disputa pela titularidade do novo aeroporto.

HISTÓRICO DE INVESTIMENTOS
Apesar da disputa que deve prosseguir até a inauguração do aeroporto na próxima terça-feira (23) com as presenças de Rui e do presidente Jair Bolsonaro (PSL), outros atores políticos participaram da construção do Glauber Rocha.

Em 2011, por exemplo, a bancada da Bahia conseguiu aprovar no Orçamento da União para o ano seguinte uma emenda apresentada pelo então senador ACM Jr no valor de R$ 39,6 milhões para tentar viabilizar a construção do novo aeroporto.

Pelo menos R$ 20 milhões da emenda chegaram a ser empenhados para a obra, mas o pagamento foi cancelado pela ex-presidente Dilma Rousseff, sob alegação de falta de dotação orçamentária.

Publicidade

 
Mais notícias
 
16.08.2019 - PRF retira radares móveis da fiscalização das rodovias federais
 
16.08.2019 - Conselho Regional de Farmácia está com inscrições abertas para concurso na Bahia
 
16.08.2019 - Começa hoje em Caetité o I Seminário Anual sobre Anísio Teixeira
 
16.08.2019 - Jogos Universitários da Bahia são abertos oficialmente
 
15.08.2019 - Santa Maria da Vitória tem maior aumento em crimes violentos na Bahia
 
 
25.08.2019
Melhores Momentos Festa de Sant'Ana 2019 - Parte 1
25.08.2019
Melhores Momentos Festa de Sant'Ana 2019 - Parte 2
25.08.2019
Melhores Momentos Festa de Sant'Ana 2019 - Parte 3
19.07.2019
Festa de Sant'Ana 2019 - Dias 19, 20, 21 e 22
02.07.2019
2 de Julho em Caetité - Parte 1
02.07.2019
2 de Julho em Caetité - Parte 2
01.07.2019
Arreio de ouro no 2 de Julho de Caetité
30.06.2019
Campeonato de Equinos - Parte 1
 
publicidade
publicidade
publicidade
 
 
Inicial | A cidade | Equipe | Notícias | Eventos | Ensaios | TV Caetfest | Contato | Webmail
CaetFest © 2004-2019. Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções Internet