publicidade
 
Tamanho da fonte: A- A+
Imprimir notícia
 
06.05.2019 - 08h17 Por Fábio Alves com informações da INB
 
Presidente da INB apresenta ao Ministro de Minas e Energia modelos de negócios visando a flexibilização do monopólio de urânio
 
 
Presidente da INB apresenta ao Ministro de Minas e Energia modelos de negócios visando a flexibilização do monopólio de urânio
presenta ao Ministro de Minas e Energia modelos de negócios visando a flexibilização do monopólio de urânio - Foto: INB
 

Ministro disse que o acaminho a ser perseguido é o aperfeiçoamento dos marcos regulatórios



Na última quinta-feira (02/05) a diretoria da INB se reuniu na sede da empresa com o ministro de Minas e Energia, Almirante Bento Albuquerque, com o objetivo de conhecer o panorama atual da INB, focando na área de mineração. A visita aconteceu na sede das Indústrias Nucleares do Brasil – INB, no Rio de Janeiro. Estiveram presentes, o presidente da empresa, Carlos Freire Moreira, os diretores de Recursos Minerais, Finanças e Administração, Produção do Combustível Nuclear e Enriquecimento Isotópico de Urânio.

Carlos Freire explanou as dificuldades, os avanços e os possíveis caminhos de cada projeto nas unidades de Caetité/BA, Caldas/MG e Santa Quitéria/CE. O presidente da INB apresentou alguns modelos de negócios, visando a flexibilização do monopólio de urânio. Ficou evidente que cada unidade de exploração tem um perfil diferente e demanda um modelo de negócios e parceria específicos. Freire também citou as oportunidades no mercado internacional de urânio em que a empresa poderia atuar.

Ainda segundo Freire, a diminuição da dependência do Tesouro da INB de 35% para 29% é destaque e se torna hoje uma das estatais com menor grau de dependência do governo. O presidente também citou a diversificação de mercados que a INB está buscando, como a prestação de serviço em reatores nucleares e a venda de UO2 para a Argentina, para alcançar a meta do planejamento estratégico de autossuficiência financeira até 2026.

O ministro disse que visitou todos os órgãos vinculados ao ministério e que a ideia é acompanhar os projetos e ajudar a buscar caminhos para viabilizá-los. Sobre o setor nuclear, afirmou: “Eu entendo que o caminho a ser perseguido é o aperfeiçoamento dos marcos regulatórios. É um momento de grande oportunidade para o setor nuclear, pela visão do governo e do presidente da República, favorável a essa  fonte energética”.

Publicidade

 
Mais notícias
 
27.06.2019 - Prefeitura de Caetité realiza hoje reunião intermediária de acompanhamento do Selo Unicef
 
27.06.2019 - Caetité é a quarta parada da Rota da Independência
 
24.06.2019 - Prefeitura de Caetité realiza Arraiá Social para Crianças, Adolescentes e Idosos do SCFV
 
23.06.2019 - Posto SAMAPE II é inaugurado em Caetité
 
21.06.2019 - Vem aí o 10º Campeonato de Equinos em Caetité; evento abre os festejos do 2 de Julho na cidade
 
 
21.06.2019
Inauguração Posto Samape II
15.06.2019
Forró da Feira Velha
15.06.2019
Arraiá Arrocha Elas na Palmeira
14.06.2019
Arraiá da Escola Carrossel - Parte 1
14.06.2019
Arraiá da Escola Carrossel - Parte 2
14.06.2019
Arraiá da Escola Carrossel - Parte 3
08.06.2019
Forró da Barriguda 2019
12.05.2019
Corrida do Trabalhador é realizada com sucesso em Caetité
 
publicidade
publicidade
publicidade
 
 
Inicial | A cidade | Equipe | Notícias | Eventos | Ensaios | TV Caetfest | Contato | Webmail
CaetFest © 2004-2019. Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções Internet